Após derrota na Champions, três jogadores do Liverpool sofrem ataques racistas nas redes sociais

Clube inglês condena atitude "É totalmente inaceitável e tem que parar”

Por: Thaynara Bernardo da Silva | 07 abril - 10:34

Na manhã desta quarta-feira (7), o Liverpool publicou em suas redes sociais a indignação sobre os ataques racistas sofridos pelo lateral Trent Alexander-Arnold, o meia Naby Keita e o atacante Sadio Mané.

O trio foi atacado com emojis de macaco em suas publicações no Instagram. O ataque foi em decorrência da derrota por 3 a 1 diante do Real Madrid, pela Champions League.

“Mais uma vez, estamos discutindo com tristeza o abominável abuso racial na manhã seguindo a um jogo de futebol. É totalmente inaceitável e tem que parar. O Liverpool condena todas as formas de discriminação e continuamos a trabalhar com nossos parceiros de inclusão por meio de nossa iniciativa Red Together para fazer campanha contra ela”, publicou os ingleses.

Os órgãos que dirigem o futebol na Inglaterra pediram às empresas de mídia social que tomem providências sobre as mensagens racistas dirigidas a jogadores de futebol nos últimos anos.

O Instagram anunciou uma série de medidas, enquanto o Twitter prometeu continuar se esforçando para tomar providências em mais de 700 casos de abusos no mundo do futebol do Reino Unido, em 2019. O Liverpool completou dizendo que trabalhará com as autoridades competentes para identificar os usuários responsáveis pelos ataques, e punir os mesmos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Zagueiro do Valencia, Diakhaby se pronuncia após sofrer racismo: “Não pode perdoar e deixar assim”

Em treino, elenco do Valencia faz ato em apoio a Diakhaby: “Parem o racismo”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você