Netflix divulga primeiras imagens de Millie Bobby Brown como irmã de Sherlock Holmes

Saíram as primeiras fotos da atriz com o visual para o filme de Enola Holmes!

Por: Amanda Oliveira | 25 junho - 11:21

Finalmente, a Netflix acaba de liberar as primeiras imagens do aguardado filme original “Enola Holmes”, que chega ao catálogo da plataforma em setembro. A produção conta com Millie Bobby Brown, conhecida por ter feito a Eleven em “Stranger Things”, no papel principal, como a irmã de Sherlock Holmes.

O filme conta a história da irmã mais nova do detetive mais famoso do mundo, Sherlock Holmes. Na trama, Enola procura a ajuda dos irmãos mais velhos, Sherlock e Mycroft, quando a mãe desaparece em seu aniversário de 16 anos, mas uma conspiração muda tudo.

“Inglaterra, 1884. O mundo está prestes a mudar. Na manhã do seu aniversário de 16 anos, Enola Holmes (Millie Bobby Brown) descobre que a mãe (Helena Bonham-Carter) desapareceu, deixando para trás alguns presentes enigmáticos e um grande mistério sobre seu paradeiro. Enola cresceu muito livre, mas agora passa a viver sob os cuidados dos irmãos Sherlock (Henry Cavill) e Mycroft (Sam Claflin), que decidem mandá-la para uma escola de etiqueta para aprender boas maneiras. Indignada, ela foge para Londres em busca da mãe. Quando sua jornada a coloca diante de um mistério envolvendo um jovem lorde fugitivo (Louis Partridge), ela acaba descobrindo uma conspiração que pode alterar o curso da História e se transforma em uma investigadora de respeito capaz de superar seu famoso irmão. Baseado na aclamada série de livros de Nancy Springer, “Enola Holmes” é uma aventura dinâmica e cheia de mistério que apresenta uma concorrente de peso para Sherlock Holmes, o maior detetive de todos os tempos: sua própria irmã. O jogo começou”, diz a sinopse do longa.

Confira as imagens:

  • 1/3 Foto: Divulgação
  • 2/3 Foto: Divulgação
  • 3/3 Foto: Divulgação

VEJA TAMBÉM:

Netflix confirma sequência do filme “A Fuga das Galinhas”

Cerimônia do Oscar 2021 é adiada para abril devido ao novo coronavírus