Diretora confirma que “Mulan” não terá Mushu e explica ausência das músicas originais

Filme estreia em 26 de março de 2020

Por: Marielle Rojas | 16 janeiro - 10:32

Em entrevista ao site Digital Spy, a diretora de Mulan, Niki Caro, explicou o porquê o live-action da famosa animação não terá o dragão Mushu e nem as músicas originais.

Caro contou que o longa terá um tom mais sério. “Na vida real, a gente não começa a cantar quando vai para a guerra. Não estou dizendo nada contra a animação. As músicas são brilhantes, e se eu pudesse encaixá-las no novo filme, eu faria isso. Mas nós honraremos as músicas originais da animação de outra forma, de uma maneira muito significativa”, explicou ela.

“Eu acho que essa é a maior questão sobre recriar um título icônico como Mulan: é o fato de que pode ser real, e é a história real de uma garota indo para guerra”, completou.

Foto: Reprodução

“Mulan” está preparada para a luta em novo trailer do live-action

Sobre Mushu, Niki Caro explicou que outra criatura irá representar os ancestrais de Mulan.

“Eu acho que todos nós podemos concordar que o Mushu é insubstituível. O filme de animaçãose sustenta sozinho neste sentido. Neste novo filme, há uma criatura que representará seus ancestrais, e principalmente a relação de Mulan com o pai. Mas se vamos criar uma versão atualizada de Mushu? Não”, afirmou ela.

“Mulan” tem estreia marcada para 26 de março de 2020.