“A menina que matou os pais”: Filmes sobre Suzane von Richthofen ganham primeiro trailer

Produção também terá um outro filme com a versão de Daniel Cravinhos

Por: Amanda Oliveira | 04 fevereiro - 10:34

Nesta segunda-feira (3), saiu o primeiro trailer dos aguardados filmes “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais”. Os dois longas vão contar a história do caso Suzane von Richthofen, divididos nas versões dela e do namorado, Daniel Cravinhos.

Nas produções, Carla Diaz interpreta a criminosa Suzane von Richthofen e Leonardo Bittencourt dá vida ao papel de Daniel Cravinhos. A ideia de lançar dois filmes para contar as versões diferentes foi tomada para deixar o material o mais fiel possível, levando em conta o que foi narrado pela dupla nos depoimentos.

Com estreia marcada para dia 2 de abril, ambos filmes serão exibidos em sessões de cinema alternadas nas mesmas salas.

Foto: Reprodução

A trama tem direção de Mauricio Eça e roteiro da criminóloga e maior especialista em serial killers brasileiros Illana Casoy e o escritor de literatura policial Raphael Montes.

Vale ressaltar que a produção dos longas não tem nenhuma influência de Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos. Sendo assim, os dois não receberam nada e nem vão lucrar com o lançamento. Assista ao trailer:

Relembre o crime que chocou o país

Em outubro de 2002, Manfred e Marísia von Richthofen, pais de Suzane, foram assassinados a pauladas enquanto dormiam por Daniel e Cristian Cravinhos, namorado e cunhado dela. Os familiares não aprovavam o relacionamento da filha e chegaram a proibir o namoro naquele mesmo ano.

Suzane, que foi condenada a 39 anos de prisão por ter sido considerada a mandante do crime, ficou na biblioteca no momento do crime. Após a ação, ela ajudou os irmãos Cravinhos a forjar um cenário que simulasse um assalto. Os três fugiram com malas cheias de dinheiro, mas acabaram confessando o crime dias depois.

Ela segue cumprindo pena até hoje no complexo penitenciário de Tremembé, no interior de São Paulo. Daniel já está cumprindo a sentença em regime aberto. Cristian recebeu o mesmo direito de regime aberto, mas voltou a ser preso por posse ilegal de munição após uma confusão de bar, em 2018.

VEJA TAMBÉM:

Após gerar polêmica por interpretar Suzane Von Richthofen, Carla Dias se pronuncia

Carla Diaz vai interpretar Suzane von Richthofen em filme sobre caso