Delegada responsável pelo caso de Vanderson, do BBB19, se pronuncia sobre prisão preventiva

A delegada responsável pelo caso explicou a situação do ex-BBB

Por: Alefy Soares | 23 janeiro - 16:42

Vanderson, que foi desclassificado do Big Brother Brasil 19, não teve o pedido de prisão expedido, ou seja, ele terá que aguardar o término das investigações e coletas de provas antes de ser, de fato, julgado. A informação foi divulgada pela delegada responsável pelo caso,  Juliana de Ângelis.

“A princípio, não há mandado de prisão preventiva contra ele. O inquérito foi instaurado em Rio Branco. No Rio de Janeiro, será apenas realizada a oitiva”, informou. Além disso, a defesa do ex-BBB já está trabalhando no caso: “O advogado já está ciente das acusações”.

Família de Vanderson se pronuncia após desclassificação do BBB19

Imagem: TV Globo

“Ele está sendo investigado, não condenado. Avalio todo tipo de prova, principalmente porque os casos ocorreram há mais ou menos dois anos. Estamos levantando testemunhas, fotos, imagens… Tudo que possa ser anexado aos autos”, explicou Juliana.

Segundo a delegada, a ex-namorada de Vanderson o considerava um homem carismático: “Ela contou que, num momento contrariado, ficava agressivo. Houve uma única agressão física e, depois disso, eles romperam”.

Imagem: TV Globo

Sobre as acusações, ela detalha: “São casos que aconteceram há quase um ou dois anos. Uma das vítimas é ex-namorada, e as outras duas são pessoas que ele não tinha relacionamento anterior. Uma dessas (vítimas) o acusa de estupro. Estamos apurando como tudo aconteceu. O sexo pode ser consensual e, no decorrer do ato, a mulher pode não querer mais algo e acaba sendo obrigada a fazer. Isso, também, é entendido como estupro”.

Entenda o caso

Assim que Vanderson foi anunciado como um dos participantes do BBB19, a ex-namorada dele, Maíra Menezes, desabafou nas redes sociais sobre o relacionamento abusivo e a agressão que sofreu dele. O desabafo dela incentivou outras mulheres que conhecem Vanderson a falarem também, e outros relatos surgiram na internet.

Segundo informações da revista QUEM, outras três mulheres foram à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Vítima de Violência, em Rio Branco, no Acre, e prestaram queixa contra ele.

Imagem: TV Globo

Ainda de acordo com a publicação, contra o participante do “BBB 19” existem acusações de estupro, agressão física e importunação ofensiva ao pudor. As autoridades policias vão apurar os casos após as denúncias.

Deixe seu comentário