Mulher nos games não precisa ser sexy

Por: Redação Metropolitana | 20 outubro - 10:35 AM | comentários

Durante muito tempo, as personagens femininas dos games eram sinônimo de pouca roupa, salto alto, decotão e tudo que pode existir de mais sexy. Porém, algumas séries estão mudando esse perfil, e “Assassin’s Creed” é uma delas. Ainda bem , não é mesmo?

Para o diretor de arte do jogo, Raphael Lacoste, colocar uma mulher no jogo não significa destacar seus atributos físicos, como acontece em “Lara Croft” ou “Street Fighter” com a personagem Laura, por exemplo. 

  

“A personagem feminina não precisa sempre ser sexy, podemos trazer outras características para elas”.

É exatamente o que acontece em “Assassin’s Creed: Syndicate”, que tem lançamento marcado para esta sexta-feira. Quem está no controle é Evye Frye, irmã gêmea de Jacob que também é protagonista do jogo. Enquanto ele é um personagem totalmente impulsivo, Evye precisa ser mais tática e sabe como ninguém usar a arte da camuflagem.

“Eu pessoalmente gostaria de ter mais jogos com mulheres. Nós sempre temos homens muito fortes como protagonistas. Acho que podemos ter um equilíbrio maior nos games”, finaliza o diretor.

Assinamos embaixo!

owyes

Deixe seu comentário