Globo descobre funcionário que tirou fotos de Paolla Oliveira nua

A emissora já acionou a justiça para que o rapaz responda judicialmente

Por: Alefy Soares | 04 Março - 10:19 AM | comentários

Na noite do último sábado (03), a Globo emitiu uma nota oficial afirmando que descobriu o funcionário que tirou fotos de Paolla Oliveira nua nos bastidores da série “Assédio”, que foi inspirada na vida do médico Roger Abdelmassih.

Quem registrou e espalhou as imagens foi um operador de câmera free-lancer que prestava serviços para produtora independente O2, contratada pela Globo. Ele confessou o crime para a polícia.

Em seu Instagram oficial, Paolla havia se pronunciado sobre o caso, afirmando que “intimidade exposta, explorada e desrespeitada por invasores, covardes e criminosos”.

“Até quando? Até quando a invasão da privacidade de um ser humano, o desrespeito a um ambiente de trabalho e a atitude desonesta de trair a confiança de colegas de trabalho serão tratados como um ato de esperteza em nossa sociedade”, escreveu a atriz.

“Em um ambiente controlado, fechado e profissional, um criminoso (não há outra palavra que o defina, pois o que foi feito é crime) resolveu fazer fotos clandestinas de um momento mais sensual da série e divulgar em redes sociais.O que para mim é trabalho se transformou em oportunidade para alguém tentar tirar vantagens. O que esta pessoa ganhou com isso? Dinheiro, fama, cliques, likes, popularidade? Pouco importa. Pois o que ele (ou ela) fez para obter isso é crime previsto na lei”, continuou.

O fotógrafo irá responder judicialmente pelo vazamento das imagens na próxima semana.

Deixe seu comentário