“Vingadores: Guerra Infinita” entrega o que prometeu e vai emocionar os fãs

Novo filme da Marvel reúne todos os heróis para enfrentar Thanos

Por: Gabriela Orsini | 25 Abril - 6:34 PM | comentários

Foram 10 anos construindo esse universo Marvel nos cinemas, cheios de referências e ligações, sempre deixando um filme atrelado ao outro, mesmo que pelo menor detalhe ou com uma cena pós-crédito. E toda essa preparação foi para poder fazer “Vingadores: Guerra Infinita”.

O filme começa mostrando onde está cada herói e heroína, e aos poucos vai unindo e cruzando suas histórias, até chegar ao clímax: a batalha da Wakanda que é muito mostrada nos trailers. Aproveitando o assunto, essas cenas em específico deixam um pouco a desejar no quesito produção, pois focam muito em câmeras no meio da guerra, deixando um pouco a dimensão do que está acontecendo em segundo plano. E deveria fazer justamente o contrário, mostrar como isso é enorme, não apenas pela quantidade de pessoas e criaturas envolvidas, mas pela questão de peso que tem no filme.

Depois da ambientação de cada personagem, e a junção de suas histórias, começa a ação e a missão de impedir Thanos de conquistar todas as Joias do Infinito. É, literalmente, uma viagem pelo universo, e também pelo passado do vilão, para explicar suas motivações (que são rasas, não tem um aprofundamento bom, o que até certo ponto faz falta para deixar a trama do filme mais completa).

Talvez tenha faltado uma introdução melhor dos novos personagens, no caso os capangas de Thanos. Um aprofundamento na vida deles, e, como disse acima, na motivação do Titã Louco. Não atrapalha a trama, mas deixa buracos que poderiam facilitar o entendimento do filme.

O aviso para assistir o filme é: prepare-se para momentos de sofrimento, perdas e muita emoção, tanto de sentimentos quanto de ação. Muitas cenas chocantes acontecem durante o terceiro ato, algumas podem até arrancar lágrimas. Mas também terá bons momentos de risadas. O tom cômico do filme é feito na dose certa, e nas situações corretas, não fica a sensação de ser algo forçado.

Depois das cenas finais, o impacto será enorme, eu por exemplo não consegui fechar a boca de tão chocada que estava. Como os diretores disseram, é apenas uma parte da história, vai ter um final inacabado, então só resta esperar até que “Vingadores 4” seja lançado para aliviar a curiosidade de saber o desfecho do grupo de heróis. E os longos créditos rolando na tela vão ajudando a recompor para ver a única cena pós-créditos do filme, que já dá a deixa para um próximo longa da Marvel. Você vai entender quando ver.

Deixe seu comentário