Foi revelado o que as posições em que os casais dormem dizem sobre eles!

Por: Redação Metropolitana | 14 outubro - 9:07 PM | comentários

Você é ligado em linguagens corporais? Quer saber o que está acontecendo no seu relacionamento enquanto dorme com a pessoa amada? Então confira essas revelações:

DE COSTAS PARA O OUTRO, MAS ENCOSTADOS:

Um casal que costuma dormir nesta posição preserva seu espaço sem perder o contato. “São pessoas dinâmicas, que têm vidas independentes, mas têm uma relação estável e saudável”, afirma o especialista em linguagem corporal João Oliveira. De acordo com o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, essa posição revela que há confiança na relação e que um necessita da presença do outro.

DE COSTAS E AFASTADOS:

Se vocês têm dormido nessa posição, é sinal de algo pode estar errado na relação. De acordo com o especialista João Oliveira, ela revela a necessidade de afastamento e mais liberdade na vida a dois. “A falta de contato e os corpos em direções opostas podem sinalizar uma forte disputa de espaços ou total independência do outro”, afirma. 

DE FRENTE PARA O OUTRO, MAS SEM TOQUE:

de acordo com o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, o casal que dorme nessa posição quer intimidade e tem necessidade de observar o par, mas sabe respeitar o espaço alheio e a tende a sentir menos ciúme. “Eles sabem lidar com a rotina e com os problemas cotidianos e respeitam os momentos de isolamento do par, sem nunca se distanciar”, afirma. 

ENTRELAÇADOS:

Para os especialistas em linguagem corporal, essa posição é sinal de desejo ardente e de uma paixão muito forte. “Ela é muito comum no início de uma relação e costuma ocorrer quando ambos caem no sono após o sexo, ainda na intenção de serem um corpo só”, diz o especialista em linguagem corporal João Oliveira. 

CONCHINHA:

De acordo com o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, a pessoa que abraça tende a guiar o outro na relação e protegê-lo, e o par se sente confiante e confortável ao lado dele. “Talvez seja a posição que mais indica a perfeita harmonia em que o casal vive. Os corpos se transformam em apenas um, existe paixão e necessidade de estarem grudados”, afirma.

ABRAÇADOS:

Para o especialista em linguagem corporal Ronaldo Antonio Cavalli, o entrelaçamento revela comprometimento, amor e carinho entre o casal. “Essa posição revela bom entrosamento. A relação está em um momento excelente e a vida sexual deve estar ótima”, afirma o especialista João Oliveira. 

O ESPAÇOSO E A ENCOLHIDA:

Essa não é uma posição boa para o casal, segundo o especialista em linguagem corporal João Oliveira. “A pessoa espaçosa na cama não demonstra afeto e carinho pelo parceiro. Ela busca mais espaço como uma forma de autoafirmação na relação”, afirma. Para ele, essa posição revela que a relação passa por um momento conturbado, no qual a pessoa que ocupa mais espaço se sente inseguro e com baixa autoestima, enquanto a pessoa em posição fetal virada para o par é alguém que ainda acredita no sucesso do relacionamento.

CADA UM EM SEU ESPAÇO, COM PÉS ENTRELAÇADOS:

Se você se vê nessa posição, é sinal de que vocês se amam, mas a relação precisa de mais atenção, afirma o especialista em linguagem corporal João Oliveira. “Há um misto de paixão e divergências no relacionamento. Pode ser que o casal viva um momento de ansiedade, mudança de rotina ou pressões no trabalho”. 

CADA UM EM SEU ESPAÇO, MAS UM TOCANDO O OUTRO:

Segundo o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, uma posição de dormir como essa revela um relacionamento bastante espontâneo. “Cada um respeita o espaço do outro. Eles podem ter amigos e atividades separadas, mas a confiança é mútua”, afirma. De acordo com ele, a mão estendida revela intenção de proteger e tomar conta da parceira, mas sem exagero. 

DE COSTAS, MAS COM O PAR TOCANDO-O:

De acordo com o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, o afastamento mostra que o casal deseja liberdade, mas a mão esticada e apoiada sobre ela revela que ele a quer por perto e quer senti-la. “No caso dele, é quase uma necessidade tocar, sentir a parceira”.

Fonte: Uol

Deixe seu comentário