A verdadeira história de ‘O Exorcismo de Emily Rose’ é ainda mais PERTURBADORA que o filme

Atenção: a matéria apresenta imagens reais e podem ser consideradas pesadas para algumas pessoas

Por: Alefy Soares | 12 julho - 3:26 PM | comentários

Se você assistiu “O Exorcismo de Emily Rose” e morreu de medo, é melhor fechar essa matéria imediatamente. A verdade é bem pior do que você pode pensar.

Anneliese Michel, uma jovem comum e, aparentemente normal, nasceu em uma família católica, em Leiblfing, na Alemanha.

Tudo começou quando, aos 16 anos, Anne começou a convulsionar e foi diagnosticada com epilepsia. Ela também apresentou um quadro de depressão profunda e foi internada.

Aos 20 anos de idade, não tolerava mais ver objetos religiosos e havia começado a ouvir vozes.

A própria Anne e seus familiares estavam convencidos que ela estava possuída por um demônio e negaram qualquer ajuda de médicos. Eles buscaram padres para realizar um exorcismo.

Durante as sessões de exorcismo, a jovem era trancada numa cela, e não podia comer, beber ou dormir.

Após mais de 11 meses e 60 sessões com os padres, o corpo de Anne não resistiu. A jovem morreu aos 23 anos, com apenas 30 quilos.

A imagem abaixo retrata uma das últimas aparições que existem antes de sua morte:

Os padres e os pais de Anne foram sentenciados por homicídio.

Em 2005, os pais da garota deram entrevista revelando que ela aparece durante a noite para se comunicar com eles e dizer que sua morte simbolizou a sua libertação do demônio que dominava seu corpo.

O que você achou do caso? Não esqueça de deixar a sua opinião nos comentários!

Fonte: Mistérios do Mundo

Deixe seu comentário